Por onde anda o cantor gospel Marcos Antônio ?

O cantor gospel Marcos Antônio é sem sombra de dúvidas uma das figuras mais polêmicas da música gospel. O Negrão abençoado já foi um dos principais cantores evangélicos, mas algumas atitudes acabaram prejudicando sua imagem.

A fama de mulherengo e cachaceiro tem acompanhado o cantor há muitos anos, fazendo com que ele fosse boicotado em vários ministérios.

No auge de sua carreira Marcos Antônio foi eleito em 2006 deputado federal por Pernambuco, onde obteve cerca de 62.019 votos pelo (PSC).


Depois disso, a má fama fez com que a Assembleia de Deus de Pernambuco boicotasse o cantor, e quando seu mandato acabou ele se refugiou na Paraíba, já que não tinha mais oportunidade em sua terra natal.

Mesmo queimado em Pernambuco, o cantor era muito popular no estado da Paraíba, e concorreu a reeleição para deputado federal, desta vez representando a Paraíba. Ele obteve 32.488 votos, e não conseguiu se reeleger.

Quase no fundo do poço, a única solução para o Negrão abençoado foi viajar pelos interiores para vender seus CD´s a R$ 2 reais. Sem mandato e sem agenda Marcos Antônio enfrentou muitas dificuldades.

Com o sonho de voltar para a política, Marcos Antônio se mudou para Bahia em 2017, e no ano seguinte se candidatou a deputado federal na Bahia pelo PTC. Mais uma vez o negrão abençoado não conseguiu ser eleito, e obteve apenas  4.367 votos totalizados (0,06% dos votos válidos).


Atualmente Marcos Antônio se apresenta em ministérios pequenos, (com exceção da ADBrás que aceita o cantor), geralmente em interiores, e as vezes canta em eventos organizadas por prefeituras.

O Negrão abençoado voltou a morar em Pernambuco, e reside agora na capital Recife. Marcos segue investindo em sua carreira, porém, não conseguiu mais emplacar nenhum hit.

Recentemente o cantor lançou o single “Sobre As Ondas”, a canção foi lançada no Youtube no último dia 21 de novembro, mas teve pouca notoriedade.



Compartilhe!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se você encontrar algo de carater ofensivo, por favor denuncie.

Comentários (0)


Deixe um comentário