Política Malafaia desabafa e chama CPI da Pandemia de “circo”

O pastor Silas Malafaia mostrou a sua indignação e o seu repúdio à CPI da Pandemia em um vídeo que publicou nesta quarta-feira (28) nas redes sociais.

A instalação da CPI da Pandemia pelo Senado, nesta terça-feira (27), causou a revolta dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, que acredita que a CPI servirá apenas para desgastar o governo.

Malafaia chamou o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) de “esquerdopata” e disse que o parlamentar colheu assinaturas para abrir uma CPI contra Bolsonaro sem ‘apresentar fato determinado’.

O religioso disse que Randolfe não está querendo investigar, mas sim “sangrar” o presidente Jair Bolsonaro.

O pastor também criticou o presidente do senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e disse que ele tem culpa por aceitar a determinação do ministro do STF, Luís Roberto Barroso.

O líder religioso disse que ‘fato determinado’ é a roubalheira dos governadores e prefeitos, pois existem mais de 70 inquéritos da Polícia Federal contra esses políticos. Malafaia também fez questão de ressaltar que o STF tirou o poder do presidente.

“Lembrando a você que o STF tirou o poder do presidente. Bolsonaro virou a ‘rainha da Inglaterra’, e passou [o poder] a governadores e prefeitos que fizeram decretos e licitações nenhuma, e a roubalheira ta aí escancarada nessa monstruosidade de inquéritos da Polícia Federal”, disse.

Malafaia justifica por que está declarando que a CPI é um ‘circo’, e cita que é uma afronta, um deboche ao povo brasileiro, ter Renan Calheiros como relator.

Compartilhe!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se você encontrar algo de carater ofensivo, por favor denuncie.

Comentários (0)


Deixe um comentário